Imprensa

22-Abr-2021 14:23
Entrevista

Em entrevista à Rádio Câmara, França fala sobre vacinação contra a covid-19 para os trabalhadores do transporte

O vereador também falou sobre requerimento de sua autoria em que cobra do Executivo informações sobre os processos de revisão do IPTU.

A revisão do IPTU e a inclusão dos trabalhadores do transporte entre os grupos prioritários para vacinação contra a Covid-19 no Estado de São Paulo foram os principais temas da entrevista que o vereador Francisco França (PT) concedeu ao Jornal da Câmara da Rádio Câmara, sob o comando de Priscilla Radighieri e Lincoln Salazar, na manhã desta quinta-feira, 22, antes da sessão ordinária da Casa.

Francisco França discorreu sobre o requerimento que apresentou na Câmara Municipal solicitando ao Executivo informações sobre a revisão do IPTU. “No ano passado, o IPTU foi cobrado, em muitos casos, com um valor excessivo, então os munícipes pediram revisão, mas, talvez devido às dificuldades de fiscalização, essa revisão não foi feita a tempo, antes da emissão dos novos carnês”, argumenta.

O vereador salienta que são centenas de processos em análise e defende que a cobrança do IPTU deste ano, nesses casos, seja suspensa. Para França, a suspensão da cobrança se faz ainda mais necessária nesse momento de pandemia: “Muitas pessoas ficaram desempregadas, muitos comércios foram fechados, há pessoas passando necessidade e não podem arcar com esse custo” – salienta.

Setor de transporte – Francisco França, que também é líder sindical dos trabalhadores do setor do transporte, falou sobre a luta da categoria para que todos os trabalhadores que atuam no setor fossem incluídos entre os grupos prioritários para a vacinação. “Foi uma mobilização geral dos trabalhadores do transporte. O governo Dória anunciou publicamente esse compromisso e vamos cobrar que ele seja cumprido”, afirma França, enfatizando que os trabalhadores no transporte totalizam entre 170 mil e 200 mil trabalhadores, que vão desde os motoristas até o pessoal da limpeza e da manutenção dos veículos.

O parlamentar também discorreu sobre a luta para que os motoristas do transporte coletivo por mais segurança contra a Covid-19. “Os trabalhadores do transporte têm que ser tratados como grupo prioritário para a vacinação contra a Covid-19. O motorista anda com ônibus lotado várias vezes durante o dia. Depois do pessoal da saúde, é quem mais corre risco”, enfatiza o parlamentar.

O parlamentar também defendeu mais segurança sanitária para os trabalhadores do transporte. “Como não é possível implantar uma barreira de acrílico nos ônibus, foi criada uma espécie de cortina, que não é o ideal, mas é o possível. Conseguimos também que as empresas forneçam uma máscara antiviral”, afirma o vereador, lamentando, entretanto, que essas medidas não tenham sido tomadas mais precocemente para evitar mortes no setor.

 

Em entrevista à Rádio Câmara,  França fala sobre vacinação contra a covid-19 para os trabalhadores do transporte
1/1

 

 

Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Sorocaba
Deixe seu Recado