Imprensa

10-Jan-2018 09:27
Febre Amarela

Depois de Brigadeiro Tobias, o bairro Aparecidinha também terá ação preventiva contra a febre amarela

A região de Aparecidinha recebe a partir desta segunda-feira (8) a ação preventiva contra a febre amarela. A vacinação será realizada na Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro.

A região de Aparecidinha recebe a partir desta segunda-feira (8) a ação preventiva contra a febre amarela. A vacinação será realizada na Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro, que fica situada à rua Joaquim Machado, 62. O objetivo é que apenas moradores da região de Aparecidinha sejam imunizados. Os atendimentos serão realizados até sexta-feira (12), das 7h às 18h30, e no sábado (13), das 8h às 17h.

Neste sábado (06), a  Secretaria Estadual de Saúde decidiu ampliar a vacinação contra a febre amarela para todo o Estado, mas a Prefeitura ainda não divulgou como será feita a ação em Sorocaba.  Até então, a imunização estava centralizada em regiões da Grande São Paulo e algumas cidades com casos ou consideradas áreas de risco. A medida foi tomada após a confirmação de três novos casos de infecção em humanos na Grande São Paulo.

Sorocaba não possui até o momento nenhum caso confirmado de febre amarela em humanos e nem registros de óbitos em macacos. Conforme orientação estadual, a Secretaria Municipal de Saúde (SES) estava centralizando as ações preventivas em áreas com mata. O bairro Brigadeito Tobias recebeu a ação da última quarta até sábado (06) e foram aplicadas ao todo 5.188 doses na região.

Desde o dia 5 de abril de 2017, o Ministério da Saúde passou a adotar dose única da vacina contra a febre amarela para as áreas com recomendação de vacinação em todo o país. A medida está de acordo com orientação da Organização Mundial da Saúde (OMS). A vacina não é indicada para gestantes, mulheres amamentando crianças com até 6 meses e imunodeprimidos.

Neste momento as doses são destinadas apenas para moradores de Aparecidinha e bairros da abrangência dessa região que são: Boa Vista, Jd. Josane, Bom Jardim, Jd. Monteiro, Jd. Nova Aparecidinha, Jd. Topázio, Jd. das Flores, Iporanga, Iporanga II, Jd. Vila Amato, Vila Alegro, Alto da Boa Vista, Jd. Cambará, Jd. Colinas do Sol, Jd. Do Paço, Jd. Le France, Jd. Morada das Flores, Jd. Ouro Branco, Jd. Nikkey, Jd. Vicente Moraes, Jd. Vila Inglesa, Jd. Vila Olympia, Jd. Villa Suiça e Portal da Primavera.

A doença

O vírus da doença é transmitido pela picada de mosquitos infectados. Existem dois ciclos de transmissão da febre amarela: o silvestre e o urbano. Nas matas, os responsáveis por transmitir o vírus são os mosquitos dos gêneros Haemagogus e Sabethes. Já nas cidades, quem passa a doença é o Aedes aegypti, o mesmo que transmite a dengue, o vírus zika e a chikungunya. No Brasil não há registro de febre amarela do ciclo urbano desde 1942.

Jornal Cruzeiro do Sul
Deixe seu Recado