Imprensa

07-Jun-2018 09:33
Investigação

CPI investiga irregularidades da prestadora Cies Global na Saúde de Sorocaba

Conhecida como CPI da Tenda dos Milagres, fez a sua primeira reunião nesta quarta-feira (06) para eleger seu presidente e relator.

 

A Comissão Parlamentar de Inquérito criada com a finalidade de investigar e apurar irregularidades no contrato da Prefeitura de Sorocaba com a empresa CIES Global, chamada de CPI da Tenda dos Milagres, elegeu em sua primeira reunião, na tarde desta terça-feira, 5, o vereador Hudson Pessini (MDB) como presidente e o vereador Francisco França (PT) como relator.

Os vereadores também aprovaram a solicitação para abertura de licitação para contratar uma auditoria externa com o objetivo de auxiliar a comissão em relação a aspectos técnicos da execução do contrato. Além disso, foi estabelecido que as reuniões do grupo serão realizadas às terças-feiras, após as sessões ordinárias, e que para o próximo encontro será preparado um relatório único de todas as respostas a diversos requerimentos feitos pelos vereadores até o momento em relação ao assunto. Esse relatório irá orientar a escolha dos primeiros depoentes que deverão ser convocados pela CPI.

A CPI da Tenda dos Milagres é assim chamada porque a Prefeitura de Sorocaba firmou contrato com a empresa CIES Global para gestão de uma tenda montada no estacionamento da UBS do Jardim São Guilherme para realizar atendimentos da área de saúde. Uma auditoria com duração de uma semana realizada pelo Executivo, no entanto, constatou que procedimentos realizados uma única vez foram cobrados de forma múltipla e outros foram cobrados sem comprovantes de realização.

“Queremos saber por que, uma vez que a Prefeitura constatou irregularidades, a auditoria teve duração tão curta e não foi ampliada. A CPI também vai apurar por que o contrato com a empresa foi renovado, mesmo depois desses problemas terem sido apontados”, afirmou o presidente Hudson Pessini.

Além das irregularidades administrativas e de ordem financeira, a CPI irá investigar as condições da prestação do serviço e sua correta adequação às normas relacionadas à vigilância sanitária e segurança, uma vez que exames que demandam cuidados especiais, como mamografias, eram feitos ao ar livre.

Além do presidente Hudson Pessini e do relator Francisco França, a CPI da Tenda dos Milagres tem como membros os vereadores Fausto Peres (Podemos), Fernanda Garcia (PSOL), Hélio Brasileiro (MDB), Iara Bernardi (PT), Irineu Toledo (PRB), Luis Santos (Pros), Péricles Régis (MDB), Renan Santos (PCdoB) e Vitão do Cachorrão (MDB).

Imprensa Câmara Municipal de Sorocaba
Deixe seu Recado